Um estudo sobre predestinação

Parte 1  |  Parte 2  |  Parte 3  

Algumas pessoas conceituam o termo “soberania de Deus” de uma forma tão impositiva, que me parece que nem mesmo o próprio Deus pode decidir se será diferente do que alguns acham que ele tem que ser. Alguns parecem não entender que se Deus é soberano e ele decidiu dar certa autoridade e liberdade ao homem, nenhum de nós podemos questionar ou desdizer aquilo que o Soberano disse. Deus é quem estabelece as os princípios, as leis e as regras. Como homens não podemos obrigar Deus a fazer ou ser o que nós determinamos que um soberano seja.

Este estudo talvez responda algumas das perguntas abaixo:

  • A árvore do conhecimento do bem e do mal foi plantada por Deus no Jardim do Éden? Qual a finalidade disso afinal de contas? Deus tinha algum propósito com ela?
  • Deus sabia que o homem iria pecar antes dele ter cometido o primeiro pecado? Deus saber das coisas antecipadamente, faz de Deus o responsável pelo que ele sabe?
  • Judas era um amigo fiel de Jesus, escolhido por ele para prega-lo na Cruz?
  • Se Deus sempre quis salvar o homem, ele o havia primeiro predestinado para a queda?
  • Deus planejou intencionalmente a origem de Satanás, a queda do homem para que pudéssemos experimentar a salvação?