Uma breve comparação entre o fogo e o desejo

O fogo é como o desejo sexual: criado por Deus, uma força da natureza, tem muitos benefícios, mas também pode destruir e causar a morte.

Se o fogo estiver em um lugar controlado pelo homem pode ser útil e muito abençoador, pois existe um propósito que lhe confere um significado e um destino. Quando o fogo está debaixo do controle da vontade humana em um isqueiro, em um fogão, em uma lareira, ele estará servindo ao homem com um propósito específico. Mas a partir do momento em que o fogo sai do CONTROLE da vontade humana e ganha “vida própria” e sai sozinho por onde quer, ele perde o seu PROPÓSITO positivo e todas as propriedades abençoadoras que o mesmo fogo possui, se transformam em características destruidoras e mortais. O fogo ao se espalhar no sofá, em um tapete ou em uma cortina, por mais que seja o mesmo fogo, agora é sinal eminente de destruição e morte!

Da mesma forma o simples desejo sexual em si, por mais que seja uma criação divina, pode estar completamente fora do propósito da sua existência e trabalhando a cada segundo para engolir e consumir sua vida. Se você deseja ter a bênção de Deus fluindo em sua vida sem impedimento algum, nunca é tarde para se arrepender e aceitar a ajuda e a graça de Deus em seu favor.

Comer é bom, mas pode virar um problema.
Falar é bom, mas pode virar um problema.
O sexo é bom, mas pode virar um problema.

Deus criou a capacidade humana de falar e se comunicar, mas nem toda palavra e expressão vocal refletem a glória de Deus, o Criador.Assim também a união entre o sexo e o seu verdadeiro propósito, não apenas abençoa o homem que promove isso em sua vida, como também agrada e glorifica o Criador do homem e do sexo.

#vidapura