PERGUNTA:

Qual profeta do Antigo Testamento falou que o Messias teria que voltar duas vezes? Isso não é uma invenção mentirosa?

RESPOSTA:

Acho que você está um pouco confuso. Na verdade, os profetas do Antigo Testamento não falaram sobre o Messias “voltar”, falaram sim sobre ele vir, aparecer, surgir em meio à nação de Israel. Inclusive, alguns entraram em detalhes sobre como seria o seu nascimento, em que cidade ele nasceria, quais seriam suas realizações em Israel e trataram até sobre os detalhes da sua morte. No entanto, ao falar sobre o Messias, alguns profetas trataram, em alguns de seus textos, sobre aspectos relacionados a uma vida sofredora, de abnegação e morte, enquanto outros textos proféticos falaram especificamente sobre aspectos relacionados à conquista, vitória e o estabelecimento de um reino glorioso. O problema é que os grandes sábios judeus não perceberam que os textos proféticos estavam falando sobre dois aspectos do ministério do Messias: o lado humano, sofredor e mortal em sua primeira manifestação e o lado divino, glorioso e imortal em sua segunda manifestação. Os textos do Antigo Testamento continham o aspecto geral que envolvia estas duas etapas da manifestação do Cristo e do seu reino; a primeira vinda com o estabelecimento do reino espiritual e a segunda vinda com o estabelecimento do reino físico. Da mesma forma que o Antigo Testamento falava de dois aspectos de sua manifestação e os sábios judeus não entenderam, assim também os textos do Novo Testamento apontam para acontecimentos futuros diferentes relacionados à Igreja e ao restante do mundo; mas, a exemplo do que aconteceu com os textos do Antigo Testamento, algumas pessoas também não conseguem entender onde estão as diferenças entre aquilo que a Bíblia chama de o Arrebatamento da Igreja e a futura vinda de Cristo à terra.