Tipos de medos

Parte 1  |  Parte 2  |  Parte 3  |  Parte 4  |  Parte 5  |  Parte 6

Este texto foi extraído do livro Libertação da Imoralidade Sexual, de Natan Rufino.

A palavra traduzida por “temor” no versículo citado acima é a palavra grega “phobos” ou “fobos” de onde vem a palavra “fobia” da língua portuguesa, todavia, existem pelo menos três palavras gregas que são sinônimas entre si e que são traduzidas por temor ou medo ao longo do Novo Testamento. Estas palavras são “Deilia”, “Eulabeia” e “Phobos”.

DEILIA

A palavra “Deilia” (δειλία) e seus derivados aparecem nas páginas do Novo Testamento mais comumente associadas ao sentido de timidez e covardia, ainda que em algumas versões seja também utilizada a palavra medo. Seu sentido sempre parece indicar um tipo de medo que deve ser evitado.

MARCOS 4.40
Então, [Jesus] lhes disse: Por que sois assim TÍMIDOS?! Como é que não tendes fé?

2 TIMÓTEO 1.7
Porque Deus não nos tem dado espírito de COVARDIA, mas de poder, de amor e de moderação.

EULABEIA

Embora “Eulabeia” (εύλάβεια) e derivados também sejam usados para retratar o temor em relações humanas como no caso de Atos 23.10 quando diz que “o comandante TEMIA que Paulo fosse despedaçado pelo povo”, das três palavras gregas traduzidas por medo ou temor no Novo Testamento ela é mais frequentemente empregada num sentido religioso, usada em conexão com homens santos ou devotos ao Senhor dando a ideia de reverência, piedade ou temor a Deus.

HEBREUS 11.7
Pela fé, Noé, divinamente instruído acerca de acontecimentos que ainda não se viam e sendo TEMENTE a Deus, aparelhou uma arca para a salvação de sua casa; pela qual condenou o mundo e se tornou herdeiro da justiça que vem da fé.

A versão Revista e Corrigida de João Ferreira de Almeida traz parte deste versículo da seguinte forma: “Noé, divinamente avisado, TEMEU, e, para salvação da sua família, preparou a arca”.

HEBREUS 12.28 (Revisada Imprensa Bíblica)
Pelo que, recebendo nós um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e TEMOR.

LUCAS 2.25
Ora, havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem, justo e TEMENTE a Deus, esperava a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele.

PHOBOS

A terceira palavra grega que mencionamos também traduzida por medo ou temor, é a palavra que mais foi usada pelos escritores Neo Testamentários. A sua aparição nas páginas do Novo Testamento é incomparavelmente superior em número em relação às outras duas. “Phobos” (φόβοζ), traduzida comumente por medo ou temor, é uma palavra usada para designar os dois aspectos do temor, tanto o positivo quanto o negativo. A mesma palavra pode ser usada para designar temor a homens, ao diabo ou a Deus. O sentido do seu uso é determinado pelo contexto.

As palavras em caixa alta nos versículos abaixo indicam a utilização da palavra “phobos”, cada uma em seu próprio contexto.

HEBREUS 2.14,15 (Revisada Imprensa Bíblica)
14 Portanto, visto como os filhos são participantes comuns de carne e sangue, também ele [Jesus] semelhantemente participou das mesmas coisas, para que pela morte derrotasse aquele que tinha o poder da morte, isto é, o Diabo;
15 e livrasse todos aqueles que, COM MEDO DA MORTE, estavam por toda a vida sujeitos à escravidão.

MATEUS 10.28
Não TEMAIS os que matam o corpo e não podem matar a alma; TEMEI, antes, aquele [que é Deus] que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.

Em outras palavras, simplificando aquilo que Jesus está dizendo no versículo acima, sua declaração é: “Não temam os homens, temam a Deus”. A mesma palavra “phobos” é usada neste texto para fazer referência tanto ao temor aos homens, quanto ao temor a Deus.